Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PA
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Comédia 16 70 min R$ 50,00

Cabaré Falocrático

Endereço

Alameda Nothmann, 1135
Centro - São Paulo - SP

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(11) 2122-4070

Temporada

Sábado 21h e Domingo 20h

03 a 04 de Junho de 2017

Ingressos

R$ 50,00

Descontos

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.

Valores

R$ 50,00 inteira
R$ 25,00 meia
R$ 25,00 promocional

na compra do bilhete promocional ganha-se um quentão no bistrô(no dia do evento)*

Cabaré de poesias onde a comunidade LGBT se vê poeticamente refletida? e que faz a sociedade
se deparar - também poeticamente - com esse mesmo universo. O espetáculo evoca as poesias
de Glauco Mattoso e Horácio Costa, cuja militância gay alcança aspectos importantes de suas
trajetórias poéticas em S. Paulo e no país. E ainda a poesia do recentemente falecido, Roberto
Piva, poeta precursor nos idos dos anos 60, com seu clássico Paranóia.
O Cabaré Falocrático discute uma série de questões fundamentais para o universo gay,
sem apelar para o tom panfletário. Temas como a descoberta da sexualidade, relações
amorosas e fetiches ganham uma abordagem poética, irônica, bem-humorada e
provocadora? com poesias e músicas apresentadas ao vivo pelos atores? construindo uma
temática homoerótica - uma das vertentes distintivas da poética da modernidade.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Comédia 16 70 min

Cabaré Falocrático

Espaço Cia da Revista

Centro - São Paulo - SP

Cabaré de poesias onde a comunidade LGBT se vê poeticamente refletida? e que faz a sociedade
se deparar - também poeticamente - com esse mesmo universo. O espetáculo evoca as poesias
de Glauco Mattoso e Horácio Costa, cuja militância gay alcança aspectos importantes de suas
trajetórias poéticas em S. Paulo e no país. E ainda a poesia do recentemente falecido, Roberto
Piva, poeta precursor nos idos dos anos 60, com seu clássico Paranóia.
O Cabaré Falocrático discute uma série de questões fundamentais para o universo gay,
sem apelar para o tom panfletário. Temas como a descoberta da sexualidade, relações
amorosas e fetiches ganham uma abordagem poética, irônica, bem-humorada e
provocadora? com poesias e músicas apresentadas ao vivo pelos atores? construindo uma
temática homoerótica - uma das vertentes distintivas da poética da modernidade.