Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PA
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Show L 100 min R$ 80,00

Quinteto Violado
46 Anos

Teatro Luiz Mendonça

Boa Viagem - Recife - PE

Endereço

Av. Boa Viagem, s/n
Boa Viagem - Recife - PE

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(81) 2626-2605

Temporada

Sábado 20h

21 de Outubro de 2017

Ingressos

R$ 80,00

Promoção Itaucard

50% de desconto para clientes Itaucard.

Promoção pessoal e intransferível para o titular do cartão na compra de um ingresso inteiro. Válido somente para 1 apresentação do espetáculo, mediante pagamento com cartões participantes da promoção.

Descontos

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.
50% para assinantes do sistema JC + 1 acompanhante.

Ficha Técnica

QUINTETO VIOLADO : MARCELO MELO (VOZ E VIOLÃO), CIANO ALVES (FLAUTA E VIOLÃO), ROBERTO MEDEIROS (VOZ E BATERIA), DUDU ALVES (VOZ E TECLADO), SANDRO LINS (BAIXO) / DIREÇÃO GERAL : PEDRO FRANCISCO DE SOUZA / PRODUÇÃO : QUINTETO VIOLADO PRODUÇÕES ARTÍSTICAS

Valores

R$ 80,00 inteira
R$ 40,00 meia
R$ 40,00 ingresso social.
Você paga meia entrada e leva quilo de alimento não-perecível a ser doado ao Lar Espírita Chico Xavier (Av. Bernardo Vieira de Melo, 7967 - Barra de Jangada, Jaboatão dos Guararapes). O quilo de alimento deverá ser entregue no dia do show no acesso ao teatro.

O show Quinteto Violado - 46 Anos, celebra a música do Nordeste do Brasil com uma mostra dos momentos marcantes da sua trajetória, onde são lembradas músicas como “Cavalo Marinho”, “Palavra Acesa”, “Vaquejada”, entre outras.
Da série ‘Quinteto Violado Canta’, estão presentes “Disparada” e “Pra Não Dizer Que Não Falei de Flores” de Geraldo Vandré; “Trem das Onze”, de Adoniran Barbosa; “Sete Meninas”, de Dominguinhos e Toinho Alves; e “Asa Branca” de Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga – considerada pelo próprio Gonzaga, o melhor arranjo feito em sua música.
Dos Festivais está “Quero Mais”. A Missa do Vaqueiro e os folguedos populares também estão presente nessa celebração. Será um show para o público relembrar e cantar bons momentos da carreira do grupo.
O Quinteto Violado surgiu na década de 70, trazendo uma nova leitura para a música brasileira com ênfase no Nordeste. Neste período Gilberto Gil definiu o estilo do grupo como um “FREE Nordestino”.
Ao longo de sua carreira concorreu a 9 Prêmios da Musica Brasileira e ganhou 4 deles, como Melhor Grupo Regional, e foi indicado ao LATIN GRAMMY AWARDS 2014, recebeu a OMC (Ordem do Mérito Cultural) do Ministério da Cultura pelos seus feitos culturais ao pais, ganhou o Prêmio Profissionais da Música 2015, em Brasília e realizou mais de 50 fonogramas registrados em LPs, CDs e DVDs, além do lançamento de 2 livros.
Os shows do Quinteto Violado mostram a cultura nordestina com a linguagem musical do grupo que tem como diferencial os arranjos com a influência da música do mundo com base nas suas raízes. Estão em seus repertórios suas composições próprias, além da de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Geraldo Vandré, entre outros ícones brasileiros.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Show L 100 min

Quinteto Violado 46 Anos

Teatro Luiz Mendonça

Boa Viagem - Recife - PE

O show Quinteto Violado - 46 Anos, celebra a música do Nordeste do Brasil com uma mostra dos momentos marcantes da sua trajetória, onde são lembradas músicas como “Cavalo Marinho”, “Palavra Acesa”, “Vaquejada”, entre outras.
Da série ‘Quinteto Violado Canta’, estão presentes “Disparada” e “Pra Não Dizer Que Não Falei de Flores” de Geraldo Vandré; “Trem das Onze”, de Adoniran Barbosa; “Sete Meninas”, de Dominguinhos e Toinho Alves; e “Asa Branca” de Humberto Teixeira e Luiz Gonzaga – considerada pelo próprio Gonzaga, o melhor arranjo feito em sua música.
Dos Festivais está “Quero Mais”. A Missa do Vaqueiro e os folguedos populares também estão presente nessa celebração. Será um show para o público relembrar e cantar bons momentos da carreira do grupo.
O Quinteto Violado surgiu na década de 70, trazendo uma nova leitura para a música brasileira com ênfase no Nordeste. Neste período Gilberto Gil definiu o estilo do grupo como um “FREE Nordestino”.
Ao longo de sua carreira concorreu a 9 Prêmios da Musica Brasileira e ganhou 4 deles, como Melhor Grupo Regional, e foi indicado ao LATIN GRAMMY AWARDS 2014, recebeu a OMC (Ordem do Mérito Cultural) do Ministério da Cultura pelos seus feitos culturais ao pais, ganhou o Prêmio Profissionais da Música 2015, em Brasília e realizou mais de 50 fonogramas registrados em LPs, CDs e DVDs, além do lançamento de 2 livros.
Os shows do Quinteto Violado mostram a cultura nordestina com a linguagem musical do grupo que tem como diferencial os arranjos com a influência da música do mundo com base nas suas raízes. Estão em seus repertórios suas composições próprias, além da de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Geraldo Vandré, entre outros ícones brasileiros.