Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PA
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Drama 12 70 min R$ 40.00 a R$ 100.00

O Louco e a Camisa

Endereço

Alameda Santos, 2233
Jardins - São Paulo - SP

ver google maps

Temporada

Sexta e Sábado 21h30 | Domingo 18h

10 de Agosto a 20 de Outubro de 2018

Ingressos

R$ 40.00 a R$ 100.00

Descontos

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.

Valores

Sexta
R$ 80,00 inteira
R$ 40,00 meia

Sábado
R$ 100,00 inteira
R$ 50,00 meia

Domingo
R$ 80,00 inteira
R$ 40,00 meia

Ficha Técnica

Autor: Nélson Valente
Tradução e idealização: Priscilla Squeff
Elenco: Rainer Cadete, Rosi Campos, Priscilla Squeff, Dudu Pelizzari e Ricardo Dantas
Sub Matilde: Patrícia Gasppar
Direção: Elias Andreato
Cenário e Figurino: Elias Andreato
Iluminação: Cleber Eli
Trilha: Jonathan Harold
Fotografia: Caio Gallucci
Visagismo: Dicko Lorenzo
Designer Gráfico: Ale Pessôa
Planejamento de comunicação: 5c Assessoria e Comunicação
Assessoria de imprensa: Morente Forte
Assistente de produção e administrador: Diogo Villa Maior
Produtores: Priscilla Squeff, Danny Olliveira e Leandro Luna
Realização: Néctar cultural

Informações

Sujeito a alteração de elenco sem prévio aviso. A atriz Rosi Campos poderá ser substituída pela atriz Patrícia Gaspar sem prévio aviso.

Rosi Campos, Rainer Cadete, Ricardo Dantas
Priscilla Squeff e Dudu Pelizzari

em


De Nélson Valente
Tradução e idealização Priscilla Squeff
Direção Elias Andreato

Estreia dia 10 de agosto no Teatro Renaissance

Espetáculo para rir e chorar, drama familiar que é sucesso na Argentina reestreia em São Paulo com apresentações de sexta a domingo.

Texto do argentino Nélson Valente, O Louco e a Camisa está em sua nona temporada na cidade de Buenos Aires, além de já ter ganhado os palcos de outros países como Chile, Espanha, França, Portugal e Estados Unidos. Sucesso de público e crítica, reestreia com elenco nacional e direção de Elias Andreato.

O texto entrelaça temas como a loucura, a convivência familiar, a revelação da verdade e a violência doméstica, ao retratar um pai violento e severo. O público se depara com uma família distorcida e marcada pela convivência hipócrita entre eles, que se esforçam para esconder a existência de um “louco” (o filho) e suas ideias aparentemente malucas.

No decorrer do espetáculo, percebe-se que o “louco” é, na verdade, o mais são entre os integrantes da família, pois é fiel e íntegro aos seus valores. O único com percepção real e verdadeira. Desta forma, a comédia se dá em contraponto ao drama vivido com esses conflitos familiares, pois os personagens naturalmente se metem em situações cômicas para solucionar seus problemas.

O Brasil encontra-se em quinto lugar no mapa da violência doméstica, sendo que muitas delas acontecem em ambiente familiar. Outro tema não menos importante e relevante discutido no texto é o preconceito que portadores de síndromes sofrem para conviverem em sociedade. “É importante estar em constante discussão sobre as diferenças e estimular a tolerância e o respeito ao próximo. Neste espetáculo retratamos distúrbios de personalidades e relacionamentos, e isso serve para pôr uma lupa em nós mesmos e fazermos uma autoanálise do quanto somos permissivos e complacentes com certas situações”, comenta Priscilla Squeff, idealizadora do projeto no Brasil, ao lado dos sócios Leandro Luna e Danny Olliveira. Os produtores assistiram ao espetáculo em Buenos Aires e, cada vez mais, acreditam na importância deste intercâmbio cultural.

SINOPSE
O Louco e a Camisa, conta a história de uma família marcada por seus valores distorcidos, pela violência que a mãe sofre diariamente por parte do marido e pelo preconceito que o filho vive por não se encaixar nos padrões impostos a ele. Ao decidir reunir a família para apresentar seu namorado, a irmã coloca todos em situação limite. E assim, os segredos mais íntimos de cada um se revelam. Um drama familiar para rir e chorar.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Drama 12 70 min

O Louco e a Camisa

Teatro Renaissance

Jardins - São Paulo - SP

Rosi Campos, Rainer Cadete, Ricardo Dantas
Priscilla Squeff e Dudu Pelizzari

em


De Nélson Valente
Tradução e idealização Priscilla Squeff
Direção Elias Andreato

Estreia dia 10 de agosto no Teatro Renaissance

Espetáculo para rir e chorar, drama familiar que é sucesso na Argentina reestreia em São Paulo com apresentações de sexta a domingo.

Texto do argentino Nélson Valente, O Louco e a Camisa está em sua nona temporada na cidade de Buenos Aires, além de já ter ganhado os palcos de outros países como Chile, Espanha, França, Portugal e Estados Unidos. Sucesso de público e crítica, reestreia com elenco nacional e direção de Elias Andreato.

O texto entrelaça temas como a loucura, a convivência familiar, a revelação da verdade e a violência doméstica, ao retratar um pai violento e severo. O público se depara com uma família distorcida e marcada pela convivência hipócrita entre eles, que se esforçam para esconder a existência de um “louco” (o filho) e suas ideias aparentemente malucas.

No decorrer do espetáculo, percebe-se que o “louco” é, na verdade, o mais são entre os integrantes da família, pois é fiel e íntegro aos seus valores. O único com percepção real e verdadeira. Desta forma, a comédia se dá em contraponto ao drama vivido com esses conflitos familiares, pois os personagens naturalmente se metem em situações cômicas para solucionar seus problemas.

O Brasil encontra-se em quinto lugar no mapa da violência doméstica, sendo que muitas delas acontecem em ambiente familiar. Outro tema não menos importante e relevante discutido no texto é o preconceito que portadores de síndromes sofrem para conviverem em sociedade. “É importante estar em constante discussão sobre as diferenças e estimular a tolerância e o respeito ao próximo. Neste espetáculo retratamos distúrbios de personalidades e relacionamentos, e isso serve para pôr uma lupa em nós mesmos e fazermos uma autoanálise do quanto somos permissivos e complacentes com certas situações”, comenta Priscilla Squeff, idealizadora do projeto no Brasil, ao lado dos sócios Leandro Luna e Danny Olliveira. Os produtores assistiram ao espetáculo em Buenos Aires e, cada vez mais, acreditam na importância deste intercâmbio cultural.

SINOPSE
O Louco e a Camisa, conta a história de uma família marcada por seus valores distorcidos, pela violência que a mãe sofre diariamente por parte do marido e pelo preconceito que o filho vive por não se encaixar nos padrões impostos a ele. Ao decidir reunir a família para apresentar seu namorado, a irmã coloca todos em situação limite. E assim, os segredos mais íntimos de cada um se revelam. Um drama familiar para rir e chorar.