Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PA
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Show L 120 min R$ 7,50 a R$ 15,00

Léo Lima
"Tranquilo e Sereno"
(Teatro de Câmara)

Endereço

Avenida Amazonas, 315
Centro - Belo Horizonte - MG

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(31) 2626-1251

Temporada

Quinta 20h

28 de Setembro de 2017

Ingressos

R$ 7,50 a R$ 15,00

Descontos

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.

* A carteira de estudante obrigatoriamente deve ser apresentada no acesso ao espetáculo e no ato da compra pela bilheteria. Não são aceitos boletos e comprovantes de matricula.

Ficha Técnica

Música
- Direção artística*: Léo Lima
- Direção musical*: Léo Lima
- Músicos*: Léo Lima, Renato Lima, e convidados
- Cenário: Do teatro
- Iluminação: Do teatro

Valores

R$ 15,00 inteira
R$ 7,50 meia

Informações

-É expressamente proibido o consumo de alimentos no interior do teatro
-Perde-se o direito ao lugar marcado após o início da sessão.

*Chegue mais cedo os assentos dos Teatro de Câmara não são numerados.

Estacionamento

Estacione, localizado na Rua Espírito Santos, nº 625.

Em dias de espetáculos, de segunda a domingo, o público do Cine Theatro Brasil Vallourec poderá deixar o veículo no Estacione a partir das 19h ao preço fixo de R$ 15,00. É necessária a apresentação do ingresso do espetáculo para poder usudruir do valor conveniado. O Visitante tem até 1 hora após o evento para retirar o veículo do estacionamento.

No fins de semana, o visitante poderá estacionar 1 hora antes do espetáculo e sair 1 hora depois, a utilização do estacionamento fora desse período irá gerar cobrança de acordo com a tabeça de preços da Estacione.

A entrada principal do estacionamento conveniado é a da Rua Espírito Santo. No entanto, decorrido mais de 1 hora após o término do espetáculo, o visitante terá acesso por outra entrada, a Rua da Bahia, 600.

O estacionamento somente trabalha com dinheiro.
O ticket do teatro deve ser impresso (papel ingresso ou folha simples) e entregue ao funcionário do estacionamento na retirada do veículo.

Estacionamento na Rua
Para os visitantes que desejam estacionar os veículos na ruas próximos ao Cine Theatro Brasil Vallourec, a BH Trans liberou as seguintes vias:

Canteiro Central da Avenida Amazonas, no quarteirão do cine Brasil (nos dois sentidos).
Canteiro Central da avenida Afonso Pena, em frente ao Cine Brasil (sentido rodoviária/mangabeiras)

SHOW DE LANÇAMENTO DO CD “TRANQUILO E SERENO,
DO CANTOR E COMPOSITOR LEO LIMA

O cantor, compositor e instrumentista LEO LIMA nasceu e foi criado exatamente na esquina das ruas Divinópolis c/ Paraisópolis, no bairro de Santa Tereza/BH, berço do CLUBE DA ESQUINA.
Passou a infância vendo e ouvindo de perto Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, Flávio Venturini, Toninho Horta, Wagner Tiso e tantos outros músicos maravilhosos que circulavam por aquela famosa esquina e exerceram grande influência musical.

LEO LIMA pode ser considerado um músico eclético, pois participou de trabalhos variados e tocou os mais diferentes estilos de música, Desde a infância seus ouvidos já sintonizavam Elvis, Beatles, Stones, Roberto e Raul, sendo o Rock, em sua inúmeras vertentes, o elo e a matriz de seu trabalho.

Iniciou compondo, tocando e arranjando músicas para festivais. Estreou adolescente tocando piano no Festival de Nova Lima (1978); premiado como melhor intérprete e melhor música no Festival do Colégio Estadual Central em (1983); melhor arranjo no Festival de Música de Sabará (1984) e melhor arranjo no Festival de Santa Luzia (1985), tendo, posteriormente, acompanhado inúmeros artistas Brasil afora.

A partir dos anos 80 participou das gravações de vários discos como instrumentista e arranjador, além da produção de “Jingles” e vinhetas de rádios, sendo responsável pela composição e instrumentação de todas as vinhetas da programação da Rádio Sistec AM e FM de Caratinga/MG.

Nos anos 80 integrou as bandas: “ALTITUDE 30” (banda de rock eletrônico experimental) e “O GRANDE AH!” (lançando o disco “1989”). Início de 90 formou a “BICICLETAS DO GOVERNADOR” (Pop), todas com trabalhos autorais.

No início dos 90 passou a fazer um trabalho intitulado “LEO LIMA SOLO” onde, ao piano, interpretava canções próprias e ícones da MPB, do Rock, do Blues e do Folk, ao lado do saxofonista MARCELO UMBELINO. Com esse trabalho desenvolveu o “TROMBOCA”, uma técnica que imita o som de um trumpete/trombone com a boca e ganhou o prêmio de Cantor Revelação da Rádio Inconfidência FM em 1991.

Paralelamente, como tecladista, continuou gravando e acompanhando as cantoras LETÍCIA COURA, SÍLVIA NEGRÃO e ALOANA RINCON, e o cantor e compositor SERGINHO BEAGÁ (samba de raiz).
De 1989 a 1992, integrou a banda do cantor e compositor RENATO TÁRSIA, um dos precursores da Country Music no Brasil.

De 1994 a 2000 integrou a BANDA ZEN, especialista em ritmos variados, que contou com a participação do saudoso Wander Lee, período em que participou da gravação do disco solo do vocalista Gilvan Miguez, lançado em 2000, intitulado “Falsa Nobreza”.

Em 1999 voltou a se unir a RENATO TÁRSIA, agora para formar a banda “MOTHER TEXAS”, tocando composições de Renato e de ícones da folk e da country music como Willie Nelson, Bob Dylan e Neil Young.

Posteriormente formou a sua própria banda “COWBOY JACK”, eleita a melhor banda Country de Minas nos anos de 2001 e 2002 (por votação popular e Internet), lançando um CD promocional.
Recentemente participou como tecladista nos discos da cantora MARIE e do compositor DUZÃO MORTMER, e como back vocal no disco da banda de rock LOW FI.

Atualmente LEO LIMA está lançando seu primeiro disco solo: “TRANQUILO E SERENO”, com 12 composições próprias, onde assina a autoria de todas as faixas (música e letras), sendo responsável pela produção, todos os arranjos, instrumentação de teclados, violões, guitarras, “TROMBOCA”, voz e vocais.

O disco consiste em uma compilação de músicas compostas entre 1981 a 2001 que estavam guardadas no fundo do baú. Contou com a participação especial de TELO BORGES, CLÁUDIO VENTURINI, CHICO AMARAL, COWBOY JACK e RENATO LIMA. O disco tem PERON RAREZ como Co-Produtor Musical e foi gravado nos estúdios: Jota Quest, Rec, Mix e Via Sonora. Mixado e Masterizado por Leo Lima e Demerval Filho (Dedé) no ESTÚDIO DA ESQUINA

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Show L 120 min

Léo Lima "Tranquilo e Sereno" (Teatro de Câmara)

Cine Theatro Brasil Vallourec

Centro - Belo Horizonte - MG

SHOW DE LANÇAMENTO DO CD “TRANQUILO E SERENO,
DO CANTOR E COMPOSITOR LEO LIMA

O cantor, compositor e instrumentista LEO LIMA nasceu e foi criado exatamente na esquina das ruas Divinópolis c/ Paraisópolis, no bairro de Santa Tereza/BH, berço do CLUBE DA ESQUINA.
Passou a infância vendo e ouvindo de perto Milton Nascimento, Lô Borges, Beto Guedes, Flávio Venturini, Toninho Horta, Wagner Tiso e tantos outros músicos maravilhosos que circulavam por aquela famosa esquina e exerceram grande influência musical.

LEO LIMA pode ser considerado um músico eclético, pois participou de trabalhos variados e tocou os mais diferentes estilos de música, Desde a infância seus ouvidos já sintonizavam Elvis, Beatles, Stones, Roberto e Raul, sendo o Rock, em sua inúmeras vertentes, o elo e a matriz de seu trabalho.

Iniciou compondo, tocando e arranjando músicas para festivais. Estreou adolescente tocando piano no Festival de Nova Lima (1978); premiado como melhor intérprete e melhor música no Festival do Colégio Estadual Central em (1983); melhor arranjo no Festival de Música de Sabará (1984) e melhor arranjo no Festival de Santa Luzia (1985), tendo, posteriormente, acompanhado inúmeros artistas Brasil afora.

A partir dos anos 80 participou das gravações de vários discos como instrumentista e arranjador, além da produção de “Jingles” e vinhetas de rádios, sendo responsável pela composição e instrumentação de todas as vinhetas da programação da Rádio Sistec AM e FM de Caratinga/MG.

Nos anos 80 integrou as bandas: “ALTITUDE 30” (banda de rock eletrônico experimental) e “O GRANDE AH!” (lançando o disco “1989”). Início de 90 formou a “BICICLETAS DO GOVERNADOR” (Pop), todas com trabalhos autorais.

No início dos 90 passou a fazer um trabalho intitulado “LEO LIMA SOLO” onde, ao piano, interpretava canções próprias e ícones da MPB, do Rock, do Blues e do Folk, ao lado do saxofonista MARCELO UMBELINO. Com esse trabalho desenvolveu o “TROMBOCA”, uma técnica que imita o som de um trumpete/trombone com a boca e ganhou o prêmio de Cantor Revelação da Rádio Inconfidência FM em 1991.

Paralelamente, como tecladista, continuou gravando e acompanhando as cantoras LETÍCIA COURA, SÍLVIA NEGRÃO e ALOANA RINCON, e o cantor e compositor SERGINHO BEAGÁ (samba de raiz).
De 1989 a 1992, integrou a banda do cantor e compositor RENATO TÁRSIA, um dos precursores da Country Music no Brasil.

De 1994 a 2000 integrou a BANDA ZEN, especialista em ritmos variados, que contou com a participação do saudoso Wander Lee, período em que participou da gravação do disco solo do vocalista Gilvan Miguez, lançado em 2000, intitulado “Falsa Nobreza”.

Em 1999 voltou a se unir a RENATO TÁRSIA, agora para formar a banda “MOTHER TEXAS”, tocando composições de Renato e de ícones da folk e da country music como Willie Nelson, Bob Dylan e Neil Young.

Posteriormente formou a sua própria banda “COWBOY JACK”, eleita a melhor banda Country de Minas nos anos de 2001 e 2002 (por votação popular e Internet), lançando um CD promocional.
Recentemente participou como tecladista nos discos da cantora MARIE e do compositor DUZÃO MORTMER, e como back vocal no disco da banda de rock LOW FI.

Atualmente LEO LIMA está lançando seu primeiro disco solo: “TRANQUILO E SERENO”, com 12 composições próprias, onde assina a autoria de todas as faixas (música e letras), sendo responsável pela produção, todos os arranjos, instrumentação de teclados, violões, guitarras, “TROMBOCA”, voz e vocais.

O disco consiste em uma compilação de músicas compostas entre 1981 a 2001 que estavam guardadas no fundo do baú. Contou com a participação especial de TELO BORGES, CLÁUDIO VENTURINI, CHICO AMARAL, COWBOY JACK e RENATO LIMA. O disco tem PERON RAREZ como Co-Produtor Musical e foi gravado nos estúdios: Jota Quest, Rec, Mix e Via Sonora. Mixado e Masterizado por Leo Lima e Demerval Filho (Dedé) no ESTÚDIO DA ESQUINA