Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PR
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Drama 12 60 min R$ 20,00 a R$ 40,00

Bispo
com João Miguel

Endereço

R. da Bahia, 2244
Lourdes - Belo Horizonte - MG

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(31) 2626-1015

Temporada

Sábado e Domingo 20h

20 a 21 de Maio de 2017

Ingressos

R$ 20,00 a R$ 40,00

Descontos

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.
15% para sócio do Minas Tênis Clube.
50% para clientes Bradesco.

Valores

R$ 40,00 inteira
R$ 20,00 meia

Informações

-É expressamente proibido o consumo de alimentos e bebidas no interior do Teatro.
-Quando for permitido a entrada após o início do espetáculo perde-se o direito ao lugar marcado.
-Devolução de ingresso até 96hs antes do evento.

Espetáculo conta história de artista plástico que viveu em hospício.

Artur Bispo do Rosário nasceu em Japaratuba, Sergipe, em 1911. Sabe-se que foi fuzileiro da Marinha e pugilista, chegando a campeão latino-americano da categoria peso leve. Foi internado pela primeira vez em hospital psiquiátrico em 1938 após “delírio místico” por dois dias nas ruas. Em 1939, transferido para a Colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá, passou a desenvolver o seu processo criativo com a missão de reconstruir o mundo em miniaturas. Entre saídas e retornos, passa mais de 40 anos na colônia, e lá cria a maior parte de sua obra. Os seus trabalhos remetem a uma espécie de inventário do mundo para o dia do Juízo Final. A sua obra é atualmente referência das artes plásticas no Brasil e no exterior.

Bispo é espetáculo solo, desenhado por partituras físicas e vocais, uma investigação que dialoga com uma possível lógica de criação do artista Arthur Bispo do Rosário. O universo místico de Bispo do Rosário, sua relação com a obra, a visão da Virgem Maria, a paixão pela psicóloga e os delírios são abordados com ritmo, humor e profundidade. A encenação se propõe a dividir com o público uma ""loucura lúcida"" e novos olhares sobre a potência do personagem brasileiro. A concepção foge das catalogações de ""regionalismo"", ""loucura"", ""artes plásticas"", sem deixar de incluí-las, e provoca a reflexão acerca de identidade, diversidade e cidadania, em um momento propício para o diálogo sobre temas tão humanos.

A primeira montagem de “Bispo” estreou em Salvador, em 2001, após uma profunda pesquisa de João Miguel por materiais a respeito da vida e da obra do artista plástico Arthur Bispo do Rosário, que criou mundo próprio constituído de miniaturas, mantos, estandartes e uma infinidade de peças dentro de um hospício, no Rio de Janeiro. Dialogando com as vertentes mais modernas do teatro contemporâneo, o espetáculo propõe uma união de várias linguagens, como uma “sinfonia brasileira”, fundindo o cenário (artes plásticas), a luz, o texto, o som (músicas e sonoridades que remetem ao inconsciente de Bispo), que são misturados em cena com as palavras de Arthur Bispo do Rosário, na voz e no corpo do ator João Miguel.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Drama 12 60 min

Bispo com João Miguel

Teatro Bradesco BH

Lourdes - Belo Horizonte - MG

Espetáculo conta história de artista plástico que viveu em hospício.

Artur Bispo do Rosário nasceu em Japaratuba, Sergipe, em 1911. Sabe-se que foi fuzileiro da Marinha e pugilista, chegando a campeão latino-americano da categoria peso leve. Foi internado pela primeira vez em hospital psiquiátrico em 1938 após “delírio místico” por dois dias nas ruas. Em 1939, transferido para a Colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá, passou a desenvolver o seu processo criativo com a missão de reconstruir o mundo em miniaturas. Entre saídas e retornos, passa mais de 40 anos na colônia, e lá cria a maior parte de sua obra. Os seus trabalhos remetem a uma espécie de inventário do mundo para o dia do Juízo Final. A sua obra é atualmente referência das artes plásticas no Brasil e no exterior.

Bispo é espetáculo solo, desenhado por partituras físicas e vocais, uma investigação que dialoga com uma possível lógica de criação do artista Arthur Bispo do Rosário. O universo místico de Bispo do Rosário, sua relação com a obra, a visão da Virgem Maria, a paixão pela psicóloga e os delírios são abordados com ritmo, humor e profundidade. A encenação se propõe a dividir com o público uma ""loucura lúcida"" e novos olhares sobre a potência do personagem brasileiro. A concepção foge das catalogações de ""regionalismo"", ""loucura"", ""artes plásticas"", sem deixar de incluí-las, e provoca a reflexão acerca de identidade, diversidade e cidadania, em um momento propício para o diálogo sobre temas tão humanos.

A primeira montagem de “Bispo” estreou em Salvador, em 2001, após uma profunda pesquisa de João Miguel por materiais a respeito da vida e da obra do artista plástico Arthur Bispo do Rosário, que criou mundo próprio constituído de miniaturas, mantos, estandartes e uma infinidade de peças dentro de um hospício, no Rio de Janeiro. Dialogando com as vertentes mais modernas do teatro contemporâneo, o espetáculo propõe uma união de várias linguagens, como uma “sinfonia brasileira”, fundindo o cenário (artes plásticas), a luz, o texto, o som (músicas e sonoridades que remetem ao inconsciente de Bispo), que são misturados em cena com as palavras de Arthur Bispo do Rosário, na voz e no corpo do ator João Miguel.