Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PA
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Teatro de Bonecos L 80 min R$ 20,00 a R$ 40,00

Aventuras de Alice
No País Das Maravilhas

Endereço

R. da Bahia, 2244
Lourdes - Belo Horizonte - MG

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(31) 2626-1015

Temporada

Quarta 20h

24 de Maio de 2017

Ingressos

R$ 20,00 a R$ 40,00

Descontos

50% para idosos com idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.
15% para sócio do Minas Tênis Clube.
50% para clientes Bradesco.

Informações

-É expressamente proibido o consumo de alimentos e bebidas no interior do Teatro.
-Quando for permitido a entrada após o início do espetáculo perde-se o direito ao lugar marcado.
-Devolução de ingresso até 96hs antes do evento.

Valores

R$ 40,00 inteira
R$ 20,00 meia

"Para celebrar os 58 anos da Instituição Social Ramacrisna o Grupo Giramundo apresenta seu novo espetáculo Alice no País das Maravilhas, no dia 24 de maio, às 20h no Teatro Bradesco. Parte da renda da bilheteria será destinada a Ramacrisna que desenvolve projetos voltados para comunidade em situação de vulnerabilidade social de Betim e 10 cidades do entorno.

“Aventuras de Alice no País das Maravilhas”. Apresentada pela primeira vez em 2013, a montagem busca inspiração no texto clássico da literatura escrito por Lewis Carroll e reúne 55 bonecos e um ator em cena para contar a história da pequena menina mergulhada em um universo fantástico.
“Aventuras de Alice no País das Maravilhas” é o 34º espetáculo da história do Giramundo. Nos últimos anos, o grupo tem produzindo montagens sem segmentar a idade do público. “Não podemos classificar o espetáculo como sendo infantil ou adulto. Cada vez mais, o Giramundo tem criado montagens para toda a família. Independentemente da idade, as cenas conseguem tocar, de forma singular, cada espectador”, defende Beatriz Apocalypse, diretora de Cena e Marionetista – uma das responsáveis por dar vida aos bonecos no palco.

Um dos charmes da montagem de “Aventuras de Alice no País das Maravilhas” é a música, composta e executada por John Ulhoa e Fernanda Takai, do Pato Fu. A história clássica ganha um tom contemporâneo junto à energia acústica de guitarra, baixo, bateria e efeitos eletrônicos. Vinte e sete músicas foram compostas e, no futuro, podem se transformar em um CD com a trilha sonora do espetáculo.

Entre os projetos oferecidos pela Instituição Social Ramacrisna estão: atividades educacionais no contraturno escolar para alunos de escolas públicas de 6 a 16 anos, cursos profissionalizantes (Eletricista de Instalações, Mecânica de Automóveis, Soldagem, Bartender e Operador de Computador e Redes Locais) para jovens e adultos a partir dos 16 anos. Outros programas desenvolvidos pela ONG é a Futurarte, projeto de geração de renda para mulheres da região que não possuem qualificação e escolaridade para se inserir no mercado de trabalho; o Antenados Produtora voltada para jovens comunicadores e o Programa de Aprendizagem, que direciona adolescentes a partir de 14 anos para sua primeira oportunidade no mercado de trabalho. Possui também a Orquestra Jovem Ramacrisna, com cerca de 55 crianças e adolescentes moradoras do entorno da Ramacrisna, entre outras atividades. Além das atividades sociais, possui uma fábrica de telas de arame, cuja receita é destinada a manutenção dos projetos sociais.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Aventuras de Alice No País Das Maravilhas

Teatro Bradesco BH

Lourdes - Belo Horizonte - MG

"Para celebrar os 58 anos da Instituição Social Ramacrisna o Grupo Giramundo apresenta seu novo espetáculo Alice no País das Maravilhas, no dia 24 de maio, às 20h no Teatro Bradesco. Parte da renda da bilheteria será destinada a Ramacrisna que desenvolve projetos voltados para comunidade em situação de vulnerabilidade social de Betim e 10 cidades do entorno.

“Aventuras de Alice no País das Maravilhas”. Apresentada pela primeira vez em 2013, a montagem busca inspiração no texto clássico da literatura escrito por Lewis Carroll e reúne 55 bonecos e um ator em cena para contar a história da pequena menina mergulhada em um universo fantástico.
“Aventuras de Alice no País das Maravilhas” é o 34º espetáculo da história do Giramundo. Nos últimos anos, o grupo tem produzindo montagens sem segmentar a idade do público. “Não podemos classificar o espetáculo como sendo infantil ou adulto. Cada vez mais, o Giramundo tem criado montagens para toda a família. Independentemente da idade, as cenas conseguem tocar, de forma singular, cada espectador”, defende Beatriz Apocalypse, diretora de Cena e Marionetista – uma das responsáveis por dar vida aos bonecos no palco.

Um dos charmes da montagem de “Aventuras de Alice no País das Maravilhas” é a música, composta e executada por John Ulhoa e Fernanda Takai, do Pato Fu. A história clássica ganha um tom contemporâneo junto à energia acústica de guitarra, baixo, bateria e efeitos eletrônicos. Vinte e sete músicas foram compostas e, no futuro, podem se transformar em um CD com a trilha sonora do espetáculo.

Entre os projetos oferecidos pela Instituição Social Ramacrisna estão: atividades educacionais no contraturno escolar para alunos de escolas públicas de 6 a 16 anos, cursos profissionalizantes (Eletricista de Instalações, Mecânica de Automóveis, Soldagem, Bartender e Operador de Computador e Redes Locais) para jovens e adultos a partir dos 16 anos. Outros programas desenvolvidos pela ONG é a Futurarte, projeto de geração de renda para mulheres da região que não possuem qualificação e escolaridade para se inserir no mercado de trabalho; o Antenados Produtora voltada para jovens comunicadores e o Programa de Aprendizagem, que direciona adolescentes a partir de 14 anos para sua primeira oportunidade no mercado de trabalho. Possui também a Orquestra Jovem Ramacrisna, com cerca de 55 crianças e adolescentes moradoras do entorno da Ramacrisna, entre outras atividades. Além das atividades sociais, possui uma fábrica de telas de arame, cuja receita é destinada a manutenção dos projetos sociais.