Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PR
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Drama 16 R$ 40,00 a R$ 80,00

Processo de Conscerto do Desejo
com Matheus Nachtergaele

Teatro Raul Cortez

Bela Vista - São Paulo - SP

Endereço

R. Dr. Plínio Barreto, 285
Bela Vista - São Paulo - SP

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(11) 2626-5282

Temporada

Sextas 21h30 || Sábados 21h || Domingos 18

01 a 30 de Abril de 2017

Ingressos

R$ 40,00 a R$ 80,00

Promoção Itaucard

50% de desconto para clientes Itaucard.

Promoção pessoal e intransferível para o titular do cartão na compra de um ingresso inteiro. Válido somente para 1 apresentação do espetáculo, mediante pagamento com cartões participantes da promoção.

Descontos

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.

Valores

Sextas
R$ 40,00 inteira
R$ 20,00 meia

Sábados e Domingos
R$ 80,00 inteira
R$ 40,00 meia

Matheus Nachtergaele retorna aos palcos
com homenagem à mãe, a poetisa Maria Cecília Nachtergaele

“Processo de Conscerto do Desejo”


No dia 31 de de março, estreia no Teatro Raul Cortez, São Paulo, “Processo de Conscerto do Desejo”, espetáculo no qual Matheus Nachtergaele recita textos de Maria Cecília Nachtergaele, mãe do ator, falecida em 1968.

A construção desse espetáculo, segundo o ator (e diretor), acontecerá diante do público: ”Preciso das pessoas, como observadores emocionados disso tudo. Quero ir consertando meu desejo de acordo com essa emoção, dia após dia. Como na vida. Como no Teatro. Isso, só o Teatro pode nos trazer.


Processo de Conscerto do Desejo | Por Matheus Nachtergaele

Poucas palavras se confundem tanto em nossa língua quantos 'concerto' e 'conserto'. Aqui, elas se mesclam vertiginosamente. A palavra desejo, em filosofia, seria a tensão em direção a um fim de onde se espera satisfação. Tradicionalmente o desejo pressupõe carência, ou alguma forma de indigência: Um ser que não carecesse de nada, não desejaria nada. Seria um ser perfeito, um Deus. Por isso a filosofia, tantas vezes, considera o desejo como característica primeira do ser imperfeito, do ser finito. Quero consertar meu desejo com poesia, num concerto. Explico: minha Mãe, a poetisa Maria Cecília Nachtergaele, faleceu quando eu era um bebê de três meses. Dela, me restaram seus poemas, lindos e maduros, escritos de uma jovem mulher moderna e triste, e essa veia que me marca a testa quando rio ou choro muito. Em “Processo de Conscerto do Desejo”, acompanhado pelo jovem violonista Luã Belik, direi finalmente os poemas que guardei nos olhos e na alma como única herança dela. O espetáculo é simples assim: Um homem (que por acaso é um ator) diz no palco as palavras escritas por sua mãe. Um violão (não por acaso, pois Maria Cecília amava os violões) o companha. É só isso, se isso for pouco.

Ficha Técnica

Desejo: Maria Cecília Nachtergaele
Conscerto: Matheus Nachtergaele
Concerto: Luã Belik
Conserto: Miriam Juvino
Participação especial: Henrique Rohrmann (violino)



*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Drama 16

Processo de Conscerto do Desejo com Matheus Nachtergaele

Teatro Raul Cortez

Bela Vista - São Paulo - SP

Matheus Nachtergaele retorna aos palcos
com homenagem à mãe, a poetisa Maria Cecília Nachtergaele

“Processo de Conscerto do Desejo”


No dia 31 de de março, estreia no Teatro Raul Cortez, São Paulo, “Processo de Conscerto do Desejo”, espetáculo no qual Matheus Nachtergaele recita textos de Maria Cecília Nachtergaele, mãe do ator, falecida em 1968.

A construção desse espetáculo, segundo o ator (e diretor), acontecerá diante do público: ”Preciso das pessoas, como observadores emocionados disso tudo. Quero ir consertando meu desejo de acordo com essa emoção, dia após dia. Como na vida. Como no Teatro. Isso, só o Teatro pode nos trazer.


Processo de Conscerto do Desejo | Por Matheus Nachtergaele

Poucas palavras se confundem tanto em nossa língua quantos 'concerto' e 'conserto'. Aqui, elas se mesclam vertiginosamente. A palavra desejo, em filosofia, seria a tensão em direção a um fim de onde se espera satisfação. Tradicionalmente o desejo pressupõe carência, ou alguma forma de indigência: Um ser que não carecesse de nada, não desejaria nada. Seria um ser perfeito, um Deus. Por isso a filosofia, tantas vezes, considera o desejo como característica primeira do ser imperfeito, do ser finito. Quero consertar meu desejo com poesia, num concerto. Explico: minha Mãe, a poetisa Maria Cecília Nachtergaele, faleceu quando eu era um bebê de três meses. Dela, me restaram seus poemas, lindos e maduros, escritos de uma jovem mulher moderna e triste, e essa veia que me marca a testa quando rio ou choro muito. Em “Processo de Conscerto do Desejo”, acompanhado pelo jovem violonista Luã Belik, direi finalmente os poemas que guardei nos olhos e na alma como única herança dela. O espetáculo é simples assim: Um homem (que por acaso é um ator) diz no palco as palavras escritas por sua mãe. Um violão (não por acaso, pois Maria Cecília amava os violões) o companha. É só isso, se isso for pouco.

Ficha Técnica

Desejo: Maria Cecília Nachtergaele
Conscerto: Matheus Nachtergaele
Concerto: Luã Belik
Conserto: Miriam Juvino
Participação especial: Henrique Rohrmann (violino)