Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PA
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Show L 90 min R$ 20,00 a R$ 40,00

Funcultura Apresenta:
Zé Manoel

Endereço

Avenida Amazonas, 315
Centro - Belo Horizonte - MG

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(31) 2626-1251

Temporada

Quinta 20h30

23 de Março de 2017

Ingressos

R$ 20,00 a R$ 40,00

Descontos

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.

Valores

R$ 40,00 inteira
R$ 20,00 meia

ZÉ MANOEL
O jovem pianista pernambucano Zé Manoel chega meio que de surpresa ao cenário da nova música popular brasileira.
Ele é considerado umas das grandes revelações da música pernambucana da atualidade. Consegue aliar música independente e tradicional, sem perder a ousadia em suas interpretações.
Lançou em 2015, o elogiado disco Canção e Silêncio, com patrocínio do Natura Musical, produção musical de Carlos Eduardo Miranda e produção de bases de Kassin, que também assumiu o baixo no trio formado por ele, pelo lendário baterista Tutty Moreno e Zé Manoel.
Em seu segundo disco, dá espaço a toda a profundidade de suas composições, sem medo de arriscar em águas escuras embebidas de jazz, Chopin, Satie, Edu Lobo, Chico Buarque e uma forte dose de Dorival Caymmi, em suas letras repletas de mares, nem sempre facilmente navegáveis.
O álbum conta com arranjos do maestro baiano Letieres Leite, do pernambucano Mateus Alves e do carioca Fabio Negroni e tem as participações especiais de Juliano Holanda (Guitarra), Pupillo (Bateria), do percussionista Johann Brehmer e da cantora pernambucana Isadora Melo.
Com lançamento no Japão pelo selo CORE PORT, Canção e Silêncio foi muito bem recebido pelo público e pela crítica, com matérias nos principais jornais nacionais e em revistas japonesas especializadas em música latina e Jazz.
Figurou entre os primeiros colocados em várias listas de melhores álbuns brasileiros de 2015, inclusive no Japão.

O lançamento do seu primeiro CD (Zé Manoel – 2012) com edição japonesa pelo selo Production Dessinee, abriu várias portas para a carreira do pianista.

Lançou em novembro de 2016 pelo selo Joia Moderna, o também elogiado Delírio de um Romance a Céu Aberto, com participações de intérpretes como Ana Carolina (Que regravou a música Canção e Silêncio, anteriormente gravada por Filipe Catto), Ná Ozzetti, Tiganá Santana, Fafá de Belém e onde canta a música que dá nome ao disco, parceria com Vanessa da Mata, Delírio de Um Romance a Céu Aberto, recebendo cotação máxima do jornal O Globo, em matéria de Leonardo Lichote e resenha de João Máximo, crítica elogiosa de Mauro Ferreira, além do destaque dado pelos principais jornais de Recife, Fortaleza e Brasília.

Teve duas músicas suas como parte da trilha sonora da série Louco por Elas, do diretor pernambucano João Falcão e lançou o Livro e CD infantil O Inventor do Sorriso, com o escritor Pernambucano Walther Moreira Santos, pela editora Melhoramentos.

Para quem se pergunta se ainda é possível fazer algo que se convencionou chamar de MPB em algum momento lá dos anos 1970, e está quase desiludido com tanta música de barzinho travestida do gênero, Zé Manoel é um alento: ainda é possível; ainda pode existir vida além das fronteiras delineadas pelo mercado e pela música independente, sendo ousada, ainda que apegada à tradição. Para embalar a vida vivida e sonhada.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Show L 90 min

Funcultura Apresenta: Zé Manoel

Cine Theatro Brasil Vallourec

Centro - Belo Horizonte - MG

ZÉ MANOEL
O jovem pianista pernambucano Zé Manoel chega meio que de surpresa ao cenário da nova música popular brasileira.
Ele é considerado umas das grandes revelações da música pernambucana da atualidade. Consegue aliar música independente e tradicional, sem perder a ousadia em suas interpretações.
Lançou em 2015, o elogiado disco Canção e Silêncio, com patrocínio do Natura Musical, produção musical de Carlos Eduardo Miranda e produção de bases de Kassin, que também assumiu o baixo no trio formado por ele, pelo lendário baterista Tutty Moreno e Zé Manoel.
Em seu segundo disco, dá espaço a toda a profundidade de suas composições, sem medo de arriscar em águas escuras embebidas de jazz, Chopin, Satie, Edu Lobo, Chico Buarque e uma forte dose de Dorival Caymmi, em suas letras repletas de mares, nem sempre facilmente navegáveis.
O álbum conta com arranjos do maestro baiano Letieres Leite, do pernambucano Mateus Alves e do carioca Fabio Negroni e tem as participações especiais de Juliano Holanda (Guitarra), Pupillo (Bateria), do percussionista Johann Brehmer e da cantora pernambucana Isadora Melo.
Com lançamento no Japão pelo selo CORE PORT, Canção e Silêncio foi muito bem recebido pelo público e pela crítica, com matérias nos principais jornais nacionais e em revistas japonesas especializadas em música latina e Jazz.
Figurou entre os primeiros colocados em várias listas de melhores álbuns brasileiros de 2015, inclusive no Japão.

O lançamento do seu primeiro CD (Zé Manoel – 2012) com edição japonesa pelo selo Production Dessinee, abriu várias portas para a carreira do pianista.

Lançou em novembro de 2016 pelo selo Joia Moderna, o também elogiado Delírio de um Romance a Céu Aberto, com participações de intérpretes como Ana Carolina (Que regravou a música Canção e Silêncio, anteriormente gravada por Filipe Catto), Ná Ozzetti, Tiganá Santana, Fafá de Belém e onde canta a música que dá nome ao disco, parceria com Vanessa da Mata, Delírio de Um Romance a Céu Aberto, recebendo cotação máxima do jornal O Globo, em matéria de Leonardo Lichote e resenha de João Máximo, crítica elogiosa de Mauro Ferreira, além do destaque dado pelos principais jornais de Recife, Fortaleza e Brasília.

Teve duas músicas suas como parte da trilha sonora da série Louco por Elas, do diretor pernambucano João Falcão e lançou o Livro e CD infantil O Inventor do Sorriso, com o escritor Pernambucano Walther Moreira Santos, pela editora Melhoramentos.

Para quem se pergunta se ainda é possível fazer algo que se convencionou chamar de MPB em algum momento lá dos anos 1970, e está quase desiludido com tanta música de barzinho travestida do gênero, Zé Manoel é um alento: ainda é possível; ainda pode existir vida além das fronteiras delineadas pelo mercado e pela música independente, sendo ousada, ainda que apegada à tradição. Para embalar a vida vivida e sonhada.