Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PR
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Comédia 14 75 min R$ 20,00 a R$ 40,00

Churrasco na Laje
(Teatro de Câmara)

Endereço

Avenida Amazonas, 315
Centro - Belo Horizonte - MG

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(31) 2626-1251

Temporada

Quinta a Sabado 20h30 e Domingo 19h

12 a 15 de Janeiro de 2017

Ingressos

R$ 20,00 a R$ 40,00

Descontos

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.

Valores

R$ 40,00 inteira
R$ 20,00 meia
R$ 15,00 SINPARC

OS INGRESSOS SERÃO VENDIDOS NOS POSTOS DO SINPARC.
NA BILHETERIA DO TEATRO SERÃO VENDIDOS OS INGRESSOS UMA HORA ANTES DO EVENTO.

Ficha Técnica

TEXTO: WESLEY MARCHIORI
DIREÇÃO: MARCO AMARAL
ELENCO:
CLÉBIA VARGAS
GIL GUEDES
JEREMIAS HALLEL SILVEIRA
JULIANA ALMEIDA
LÉO DE CASTRO
RAPHAEL CALAZANS
ILUMINAÇÃO: Claudio Castanheira
CENÁRIO: Agnaldo Gonçalves
FIGURINO: Carloman Bonfim
TRILHA SONORA ORIGINAL: Guilherme Praxedes
CONTATOS PARA ASSESSORIA DE IMPRENSA:
TELEFONE: 99280.5029
E-MAIL: mariliahsilva1@gmail.com

Estacionamento

Estacionamento Estacione, localizado na Rua Espírito Santos, nº 625.

Em dias de espetáculos, de segunda a domingo, o público do Cine Theatro Brasil Vallourec poderá deixar o veículo no Estacione a partir das 19h ao preço fixo de R$ 15,00. É necessária a apresentação do ingresso do espetáculo para poder usudruir do valor conveniado. O Visitante tem até 1 hora após o evento para retirar o veículo do estacionamento.

No fins de semana, o visitante poderá estacionar 1 hora antes do espetáculo e sair 1 hora depois, a utilização do estacionamento fora desse período irá gerar cobrança de acordo com a tabeça de preços da Estacione.

A entrada principal do estacionamento conveniado é a da Rua Espírito Santo. No entanto, decorrido mais de 1 hora após o término do espetáculo, o visitante terá acesso por outra entrada, a Rua da Bahia, 600.

Estacionamento na Rua
Para os visitantes que desejam estacionar os veículos na ruas próximos ao Cine Theatro Brasil Vallourec, a BH Trans liberou as seguintes vias:

Canteiro Central da Avenida Amazonas, no quarteirão do cine Brasil (nos dois sentidos).
Canteiro Central da avenida Afonso Pena, em frente ao Cine Brasil (sentido rodoviária/mangabeiras)

Horários
De segunda a sexta das 20h as 5h
Sábados a partir das 14h

Para mais informações
(31) 3889-9151

Informações

-É expressamente proibido o consumo de alimentos no interior do teatro
-Perde-se o direito ao lugar marcado após o início da sessão.

Não importa a razão, nada melhor que reunir a galera para um churrascão. Cerveja, música, piscina e azaração! Dividir a carne, as biritas, que delícia, todos animados para a zoação. Convoque a rapaziada porque se esquecer dos problemas é o que vale. Nesta comédia, você vai se sentir em casa, ou melhor, na laje!

SINOPSE: Reginaldo convidou todos os familiares e amigos que ajudaram a “bater a laje” para um churrasco para a inauguração, mesmo com a oposição de sua esposa.

O espetáculo se passa no dia da festa e exibe os mais divertidos acontecimentos com os mais variados convidados. Nesta festa democrática, tudo pode rolar. Vários chegam para a festa e alguns encontros acabam por acender boas recordações e alguns desentendimentos.

RELEASE: Esta tradição revela os hábitos comportamentais de uma parte da sociedade que faz questão de exibir para todos as suas conquistas e compartilhar a alegria que alguma ascensão lhe aparenta.

Neste espetáculo inédito, personagens específicos deste tipo de comemoração permeiam a história: o irmão rico, o irmão pobre, as crianças, adolescentes, velhos, a Garota da Laje, o gay, a esposa ciumenta, o vizinho penetra, o vizinho gente boa, a idosa, o cara da música, entre outros. Seis atores se desdobram em 15 personagens em trocas constantes de caracterização. O cenário é a típica laje da periferia com toques de improvisação, churrasqueira, piscina de plástico, a máquina de lavar que serve como refrigerador das bebidas, cadeira de praia, tudo isto em meio a varal, antena e caixa d´agua.

Como pontua Bernardo Argento do Jornal O Dia do Rio de Janeiro: “Para embalar a festança, ritmos bem populares: pagode, funk e samba. Mas nada de assuntos muito sérios. Os temas sempre descambam para a verdadeira razão de ser das conversas: a zoação.”

Para esta montagem, um time de experientes profissionais da cena mineira no gênero comédia nos últimos anos se reúne para entreter e atender uma demanda do mercado teatral neste tipo de tema que encontra a grande massa como alvo principal.

São eles, Wesley Marchiori (autor) de vários sucessos entre eles: As Barbeiras; Marco Amaral (diretor) responsável pela comédia Meu Tio é Tia; e completando o time, Marília Helena (produtora) , responsável pela montagem de A Virgem de 40- Agora ou Nunca.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Comédia 14 75 min

Churrasco na Laje (Teatro de Câmara)

Cine Theatro Brasil Vallourec

Centro - Belo Horizonte - MG

Não importa a razão, nada melhor que reunir a galera para um churrascão. Cerveja, música, piscina e azaração! Dividir a carne, as biritas, que delícia, todos animados para a zoação. Convoque a rapaziada porque se esquecer dos problemas é o que vale. Nesta comédia, você vai se sentir em casa, ou melhor, na laje!

SINOPSE: Reginaldo convidou todos os familiares e amigos que ajudaram a “bater a laje” para um churrasco para a inauguração, mesmo com a oposição de sua esposa.

O espetáculo se passa no dia da festa e exibe os mais divertidos acontecimentos com os mais variados convidados. Nesta festa democrática, tudo pode rolar. Vários chegam para a festa e alguns encontros acabam por acender boas recordações e alguns desentendimentos.

RELEASE: Esta tradição revela os hábitos comportamentais de uma parte da sociedade que faz questão de exibir para todos as suas conquistas e compartilhar a alegria que alguma ascensão lhe aparenta.

Neste espetáculo inédito, personagens específicos deste tipo de comemoração permeiam a história: o irmão rico, o irmão pobre, as crianças, adolescentes, velhos, a Garota da Laje, o gay, a esposa ciumenta, o vizinho penetra, o vizinho gente boa, a idosa, o cara da música, entre outros. Seis atores se desdobram em 15 personagens em trocas constantes de caracterização. O cenário é a típica laje da periferia com toques de improvisação, churrasqueira, piscina de plástico, a máquina de lavar que serve como refrigerador das bebidas, cadeira de praia, tudo isto em meio a varal, antena e caixa d´agua.

Como pontua Bernardo Argento do Jornal O Dia do Rio de Janeiro: “Para embalar a festança, ritmos bem populares: pagode, funk e samba. Mas nada de assuntos muito sérios. Os temas sempre descambam para a verdadeira razão de ser das conversas: a zoação.”

Para esta montagem, um time de experientes profissionais da cena mineira no gênero comédia nos últimos anos se reúne para entreter e atender uma demanda do mercado teatral neste tipo de tema que encontra a grande massa como alvo principal.

São eles, Wesley Marchiori (autor) de vários sucessos entre eles: As Barbeiras; Marco Amaral (diretor) responsável pela comédia Meu Tio é Tia; e completando o time, Marília Helena (produtora) , responsável pela montagem de A Virgem de 40- Agora ou Nunca.