Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PA
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Drama 16 70 min Inteira R$ 30,00 || Meia R$ 15,00

Olhos de Café Quente

Teatro Marco Camarotti

Santo Amaro - Recife - PE

Endereço

Rua Treze de Maio, 455
Santo Amaro - Recife - PE

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(81) 2626-2605

Temporada

Domingo 17h e 19h

29 de Janeiro de 2017

Ingressos

Inteira R$ 30,00 || Meia R$ 15,00

Descontos

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.
50% para professores.

Ficha Técnica

Textos: Carolina Maria de Jesus e Elisa Lucinda
Organização e seleção de textos: Quiercles Santana e Soraya Silva
Direção, preparação corporal, cenografia e figurino: Quiercles Santana
Assistência de direção: Asaías Lira
Iluminação: Natalie Revorêdo
Vídeo e montagem: D’Angelo Roberto
Trilha sonora original: Kleber Santana
Consultoria: Raffaella Fernandez (Dra. pesquisadora das obras de Carolina Maria de Jesus)
Produção geral: Renata Phaelante
Assistente de produção: Aracelly Silva
Atriz pesquisadora: Soraya Silva

O universo de Carolina Maria de Jesus, escritora, catadora de papel, habitante da extinta favela do Canindé, se enlaça em uma simbiose de perfeita fusão com a poesia de Elisa Lucinda, responsável por uma literatura avassaladoramente feminina! Duas autoras negras no corpo de uma atriz negra que interpreta uma mulher mergulhada nas suas lembranças universalizadas pela arte e em uma vida socialmente injusta. Através de perspectivas diferentes, tudo conflui para o mesmo ponto: nossa alma política.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Drama 16 70 min

Olhos de Café Quente

Teatro Marco Camarotti

Santo Amaro - Recife - PE

O universo de Carolina Maria de Jesus, escritora, catadora de papel, habitante da extinta favela do Canindé, se enlaça em uma simbiose de perfeita fusão com a poesia de Elisa Lucinda, responsável por uma literatura avassaladoramente feminina! Duas autoras negras no corpo de uma atriz negra que interpreta uma mulher mergulhada nas suas lembranças universalizadas pela arte e em uma vida socialmente injusta. Através de perspectivas diferentes, tudo conflui para o mesmo ponto: nossa alma política.