Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PR
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Comédia 12 70 min R$ 100,00

Uma Shirley Qualquer
com Susana Vieira

Endereço

Alameda Santos, 2233
Jardins - São Paulo - SP

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(11) 2626-8038

Temporada

Sextas 21h30 || Sábados 21h || Domingos 18h30

13 de Janeiro a 26 de Março de 2017

Ingressos

R$ 100,00

Promoção Itaucard

50% de desconto para clientes Itaucard.

Promoção pessoal e intransferível para o titular do cartão na compra de um ingresso inteiro. Válido somente para 1 apresentação do espetáculo, mediante pagamento com cartões participantes da promoção.

Descontos

50% Para pessoas acima de 60 anos
50% Para Professores e Estudantes

Valores

R$ 100,00 Inteira
R$ 50,00 Meia

Ficha Técnica

Versão Brasileira e Direção: Miguel Falabella
Produção Geral: Sandro Chaim
Cenário: Marco Aurélio Pacheco
Figurino: Karla Vivian
Designer de Luz: Adriana Ortiz
Trilha Sonora: Sérvulo Augusto
Produtor Executivo: Edgard Jordão
Realização: Chaim Produções

SUSANA VIEIRA É DIRIGIDA POR MIGUEL
FALABELLA NA COMÉDIA UMA SHIRLEY QUALQUER

O premiado monólogo inglês Shirley Valentine, de Willy Russel, ganha nova versão brasileira de Miguel Falabella. Estreia nacional será em Vitória, no dia 05 de novembro

A pior solidão é a que se sente quando se está acompanhado. Atire a primeira pedra quem nunca conversou com as paredes. Elas podem não ser as companheiras mais eloquentes, mas ao menos sabem ouvir, coisa rara hoje em dia. Que o diga Shirley Valentim! Casada, mãe de dois filhos, ela divide suas angústias com a parede, sua companheira de todas as horas. Ela busca entender aonde foram parar seus sonhos, o que aconteceu com sua vida. Quando surge uma oportunidade de conhecer a Grécia com sua melhor amiga, sem a família, Shirley decide embarcar nessa viagem, uma jornada ao encontro do seu verdadeiro eu. Esse tema universal conquistou plateias do mundo inteiro desde sua estreia, em 1986. Agora a comédia ‘Shirley Valentine’, de Willy Russel, ganha nova montagem brasileira, chamada ´Uma Shirley Qualquer´, com Susana Vieira no papel título e versão brasileira e direção de Miguel Falabella. A estreia nacional acontece em Vitória, nos dias 05 e 06 de novembro.

A versão original foi um sucesso imediato quando estreou em Londres, sendo agraciado com o Laurence Olivier Awards de melhor comédia e melhor atriz (Pauline Collins). Em 1989, entrou em cartaz na Broadway e Pauline Collins venceu o Tony. Nesse mesmo ano, estreou a versão cinematográfica, também com Pauline Collins, indicada ao Oscar e Globo de Ouro e vencedora do Bafta.

Shirley está cansada da indiferença do marido, Joel, cuja principal preocupação é saber se terá carne no jantar. Os filhos Milandra e Jorge cresceram e só se lembram da mãe na hora dos problemas. Quando sua melhor amiga, Wanda, a presenteia com uma viagem para a Grécia, Shirley cria coragem e embarca escondida de Joel. É um voo rumo à liberdade, à possibilidade de reencontro com a menina sonhadora e cheia de vida que Shirley foi um dia. O texto fala do ser humano, daquele instante em que se percebe que o tempo passou e a vida ficou parada em alguma esquina. E mostra que nunca é tarde para recomeçar.

Susana Vieira apaixonou-se pela peça à primeira leitura. “Quando Miguel me entregou o texto, fiquei encantada, fascinada pelo humor da personagem, pela força e coragem que ela tem de ir atrás da felicidade. Shirley vai à luta. Todas nós mulheres temos várias coisas dela, por mais diferentes que possamos ser”, afirma a atriz. Apesar da dureza da vida, Shirley jamais perde o bom humor. E tem a parede e a plateia como seus confidentes. “É um monólogo, mas não me vejo sozinha em cena, seremos o público e eu”, celebra.

O texto passeia pela comédia com muita sutileza, gerando uma identificação imediata do público. O original de Willy Russel, assim como a versão de Falabella, traz um olhar afetivo sobre o ser humano e as relações familiares, com uma abordagem longe de estereótipos, com personagens cheios de verdade e sede de vida, que levam o espectador da gargalhada ao nó no peito em segundos. “O humor é a forma mais verdadeira e humana de chegar ao coração das pessoas”, exalta Falabella.

A parceria entre a atriz e Miguel tem uma longa história e rendeu um dos maiores sucessos do teatro brasileiro, ‘A Partilha’ (de 1990), que gerou uma bem sucedida continuação: ‘A Vida Passa’. “Eu e Susana tivemos um encontro de vida e estamos sempre juntos, é uma festa”, vibra Falabella. “A minha vida artística se divide antes e depois dele. Tenho uma carreira muito feliz, mas, fazendo ‘A Partilha’, ele nos uniu para sempre. É um prazer imenso, porque ele é um grande diretor, que tira o que o ator tem de melhor. E, como somos dois comediantes, damos risada de tudo o tempo todo. Temos o mesmo tempo de comédia. Somos amigos para sempre”, festeja Susana.

Após a estreia em Vitória, ‘Uma Shirley Qualquer’ segue para Belo Horizonte, Campinas, Santos e Porto Alegre, ainda em 2016. No próximo ano, o espetáculo chega ao Rio e São Paulo, em uma realização da Chaim Produções.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Comédia 12 70 min

Uma Shirley Qualquer com Susana Vieira

Teatro Renaissance

Jardins - São Paulo - SP

SUSANA VIEIRA É DIRIGIDA POR MIGUEL
FALABELLA NA COMÉDIA UMA SHIRLEY QUALQUER

O premiado monólogo inglês Shirley Valentine, de Willy Russel, ganha nova versão brasileira de Miguel Falabella. Estreia nacional será em Vitória, no dia 05 de novembro

A pior solidão é a que se sente quando se está acompanhado. Atire a primeira pedra quem nunca conversou com as paredes. Elas podem não ser as companheiras mais eloquentes, mas ao menos sabem ouvir, coisa rara hoje em dia. Que o diga Shirley Valentim! Casada, mãe de dois filhos, ela divide suas angústias com a parede, sua companheira de todas as horas. Ela busca entender aonde foram parar seus sonhos, o que aconteceu com sua vida. Quando surge uma oportunidade de conhecer a Grécia com sua melhor amiga, sem a família, Shirley decide embarcar nessa viagem, uma jornada ao encontro do seu verdadeiro eu. Esse tema universal conquistou plateias do mundo inteiro desde sua estreia, em 1986. Agora a comédia ‘Shirley Valentine’, de Willy Russel, ganha nova montagem brasileira, chamada ´Uma Shirley Qualquer´, com Susana Vieira no papel título e versão brasileira e direção de Miguel Falabella. A estreia nacional acontece em Vitória, nos dias 05 e 06 de novembro.

A versão original foi um sucesso imediato quando estreou em Londres, sendo agraciado com o Laurence Olivier Awards de melhor comédia e melhor atriz (Pauline Collins). Em 1989, entrou em cartaz na Broadway e Pauline Collins venceu o Tony. Nesse mesmo ano, estreou a versão cinematográfica, também com Pauline Collins, indicada ao Oscar e Globo de Ouro e vencedora do Bafta.

Shirley está cansada da indiferença do marido, Joel, cuja principal preocupação é saber se terá carne no jantar. Os filhos Milandra e Jorge cresceram e só se lembram da mãe na hora dos problemas. Quando sua melhor amiga, Wanda, a presenteia com uma viagem para a Grécia, Shirley cria coragem e embarca escondida de Joel. É um voo rumo à liberdade, à possibilidade de reencontro com a menina sonhadora e cheia de vida que Shirley foi um dia. O texto fala do ser humano, daquele instante em que se percebe que o tempo passou e a vida ficou parada em alguma esquina. E mostra que nunca é tarde para recomeçar.

Susana Vieira apaixonou-se pela peça à primeira leitura. “Quando Miguel me entregou o texto, fiquei encantada, fascinada pelo humor da personagem, pela força e coragem que ela tem de ir atrás da felicidade. Shirley vai à luta. Todas nós mulheres temos várias coisas dela, por mais diferentes que possamos ser”, afirma a atriz. Apesar da dureza da vida, Shirley jamais perde o bom humor. E tem a parede e a plateia como seus confidentes. “É um monólogo, mas não me vejo sozinha em cena, seremos o público e eu”, celebra.

O texto passeia pela comédia com muita sutileza, gerando uma identificação imediata do público. O original de Willy Russel, assim como a versão de Falabella, traz um olhar afetivo sobre o ser humano e as relações familiares, com uma abordagem longe de estereótipos, com personagens cheios de verdade e sede de vida, que levam o espectador da gargalhada ao nó no peito em segundos. “O humor é a forma mais verdadeira e humana de chegar ao coração das pessoas”, exalta Falabella.

A parceria entre a atriz e Miguel tem uma longa história e rendeu um dos maiores sucessos do teatro brasileiro, ‘A Partilha’ (de 1990), que gerou uma bem sucedida continuação: ‘A Vida Passa’. “Eu e Susana tivemos um encontro de vida e estamos sempre juntos, é uma festa”, vibra Falabella. “A minha vida artística se divide antes e depois dele. Tenho uma carreira muito feliz, mas, fazendo ‘A Partilha’, ele nos uniu para sempre. É um prazer imenso, porque ele é um grande diretor, que tira o que o ator tem de melhor. E, como somos dois comediantes, damos risada de tudo o tempo todo. Temos o mesmo tempo de comédia. Somos amigos para sempre”, festeja Susana.

Após a estreia em Vitória, ‘Uma Shirley Qualquer’ segue para Belo Horizonte, Campinas, Santos e Porto Alegre, ainda em 2016. No próximo ano, o espetáculo chega ao Rio e São Paulo, em uma realização da Chaim Produções.