Newsletter Compreingressos

Seja o primeiro a conhecer nossa programação de espetáculos, novidades, promoções e ofertas exclusivas

seu estado

  • AC
  • AL
  • AP
  • AM
  • BA
  • CE
  • DF
  • ES
  • GO
  • MA
  • MT
  • MS
  • MG
  • PR
  • PB
  • PR
  • PE
  • PI
  • RJ
  • RN
  • RS
  • RO
  • RR
  • SC
  • SP
  • SE
  • TO
cadastrar
Cidade
Gênero
X
Comédia 14 82 min R$ 20,00 a R$ 40,00

Desculpa, Não Estamos Na TV
(Teatro da Câmara)

Endereço

Avenida Amazonas, 315
Centro - Belo Horizonte - MG

ver google maps

Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h

(31) 2626-1251

Temporada

Quinta, Sexta, Sábado e Domingo 21h

09 a 19 de Fevereiro de 2017

Ingressos

R$ 20,00 a R$ 40,00

Descontos

50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.

Informações

-È expressamente proibido o consumo de alimentos no interior do teatro
-Perde-se o direito ao lugar marcado após o início da sessão

Valores

R$ 40,00 inteira
R$ 20,00 meia
R$ 15,00 SINPARC

OS INGRESSOS SERÃO VENDIDOS NOS POSTOS DO SINPARC.
NA BILHETERIA DO TEATRO SERÃO VENDIDOS OS INGRESSOS UMA HORA ANTES DO EVENTO.

Ficha Técnica

Artes Cênicas (Teatro, dança, musical, ópera etc.)
- Texto/dramaturgia*: BRUNO BERG, BRUNO COSTOLI, JOÃO BASÍLIO E THIAGO CARMONA
- Direção*: ORLANDO ORUBE
- Elenco*: BRUNO BERG, BRUNO COSTOLI, JOÃO BASÍLIO E THIAGO CARMONA
- Cenografia: BRUNO BERG, BRUNO COSTOLI, JOÃO BASÍLIO E THIAGO CARMONA
- Figurino: BRUNO BERG, BRUNO COSTOLI, JOÃO BASÍLIO E THIAGO CARMONA
- Iluminação: IGOR SOUZA
- Produção: THIAGO CARMONA MARQUES

Estacionamento

Estacionamento Estacione, localizado na Rua Espírito Santos, nº 625.

Em dias de espetáculos, de segunda a domingo, o público do Cine Theatro Brasil Vallourec poderá deixar o veículo no Estacione a partir das 19h ao preço fixo de R$ 15,00. É necessária a apresentação do ingresso do espetáculo para poder usudruir do valor conveniado. O Visitante tem até 1 hora após o evento para retirar o veículo do estacionamento.

No fins de semana, o visitante poderá estacionar 1 hora antes do espetáculo e sair 1 hora depois, a utilização do estacionamento fora desse período irá gerar cobrança de acordo com a tabeça de preços da Estacione.

A entrada principal do estacionamento conveniado é a da Rua Espírito Santo. No entanto, decorrido mais de 1 hora após o término do espetáculo, o visitante terá acesso por outra entrada, a Rua da Bahia, 600.

Estacionamento na Rua
Para os visitantes que desejam estacionar os veículos na ruas próximos ao Cine Theatro Brasil Vallourec, a BH Trans liberou as seguintes vias:

Canteiro Central da Avenida Amazonas, no quarteirão do cine Brasil (nos dois sentidos).
Canteiro Central da avenida Afonso Pena, em frente ao Cine Brasil (sentido rodoviária/mangabeiras)

A peça “Desculpa não estamos na TV” da companhia de humor Desculpa Qualquer Coisa satiriza
por meio de esquetes cômicas formatos televisivos e estreou em 2013 na capital mineira,
participando desde 2014 da tradicional Campanha de popularização do Teatro e da dança de Belo
Horizonte, sempre com um grande sucesso de público e de crítica.

Breve resumo da peça
E se houvesse humor em todos os programas da TV? Bruno Berg, Thiago Carmona, Bruno Costoli e
João Basílio resolvem provar que é possível fazer rir em noticiários, competições para revelar
talentos, documentários, talk shows e momentos de homenagem do tipo "esta é a sua vida". Os
quadros se sucedem como em uma grade de programação televisiva, com humor inspirado em
notícias, comportamento, música e propaganda, incluindo cenas criadas na hora e muita interação
com a plateia. Além de atuar, os comediantes assinam textos, figurino, cenário e produção.
O espetáculo é uma produção da companhia de humor "Desculpa Qualquer Coisa", formada por
comediantes e atores com experiência na arte de fazer graça. O grupo surgiu com a proposta de
explorar diversas formas de humor nos palcos, sempre com textos originais. Depois de criar e
apresentar quatro peças diferentes no primeiro semestre de 2013, com esquetes, monólogos e
quadros de improviso, o grupo apresenta aqui sua primeira peça temática, que tem o universo
televisivo como fonte de inspiração.

Thiago Carmona, Bruno Berg, João Basílio e Bruno Costoli acumulam participações em programas
de TV ("Domingão do Faustão", "Tudo é Possível"/Record e Multishow), rádio (Programa Graffite
da 98FM) e uma coluna no jornal Super.

No estilo de humor chamado stand up comedy, ganharam concursos e figuram hoje entre os
melhores humoristas do Brasil.

*Sinopse sob total responsabilidade da produção do evento.

Comédia 14 82 min

Desculpa, Não Estamos Na TV (Teatro da Câmara)

Cine Theatro Brasil Vallourec

Centro - Belo Horizonte - MG

A peça “Desculpa não estamos na TV” da companhia de humor Desculpa Qualquer Coisa satiriza
por meio de esquetes cômicas formatos televisivos e estreou em 2013 na capital mineira,
participando desde 2014 da tradicional Campanha de popularização do Teatro e da dança de Belo
Horizonte, sempre com um grande sucesso de público e de crítica.

Breve resumo da peça
E se houvesse humor em todos os programas da TV? Bruno Berg, Thiago Carmona, Bruno Costoli e
João Basílio resolvem provar que é possível fazer rir em noticiários, competições para revelar
talentos, documentários, talk shows e momentos de homenagem do tipo "esta é a sua vida". Os
quadros se sucedem como em uma grade de programação televisiva, com humor inspirado em
notícias, comportamento, música e propaganda, incluindo cenas criadas na hora e muita interação
com a plateia. Além de atuar, os comediantes assinam textos, figurino, cenário e produção.
O espetáculo é uma produção da companhia de humor "Desculpa Qualquer Coisa", formada por
comediantes e atores com experiência na arte de fazer graça. O grupo surgiu com a proposta de
explorar diversas formas de humor nos palcos, sempre com textos originais. Depois de criar e
apresentar quatro peças diferentes no primeiro semestre de 2013, com esquetes, monólogos e
quadros de improviso, o grupo apresenta aqui sua primeira peça temática, que tem o universo
televisivo como fonte de inspiração.

Thiago Carmona, Bruno Berg, João Basílio e Bruno Costoli acumulam participações em programas
de TV ("Domingão do Faustão", "Tudo é Possível"/Record e Multishow), rádio (Programa Graffite
da 98FM) e uma coluna no jornal Super.

No estilo de humor chamado stand up comedy, ganharam concursos e figuram hoje entre os
melhores humoristas do Brasil.